Kruger Park: Como fazer um safári na África por conta própria

Kruger Park: Como fazer um safári na África por conta própria

Quando você fizer um safári você terá uma das melhores experiências no mundo das viagens, e acredite quando eu falo que não é exagero essa afirmação. É indescritível! Diferente dos zoológicos e afins, onde você vê os animais presos em jaulas, no Kruger Park você vai ter a experiência de ver  os reis da selva cara a cara na natureza.

É inevitável pensar no Parque Nacional Kruger (Kruger National Park) quando falamos de safári na África, o mais famoso safári do continente africano. Localizado na África do Sul a 5 horas de distancia de carro de Joanesburgo.

Quando a maioria das pessoas imagina a lista de coisas para se fazer um safári na África, elas costumam estar na traseira de um jipe, sem ter de se preocupar com as câmeras, enquanto um guia especializado fica de olho em rastros de guepardo e do rinoceronte. Depois, elas voltam para o hotel de luxo para tirar seu chapéu de palha, curtir uma bebida e relembrar as cenas vistas durante o dia. Isso tudo é ótimo e também é uma opção para quem pensa em safári na África.

Porém tal conforto está muito longe do alcance da maioria dos viajantes. Mas não desanime! Existe uma opção barata que envolve dirigir você mesmo, cozinhar para si mesmo e acampar, gastando cerca de US$ 100 pela diária do casal no Kruger Park, por um safári na África, incluindo tudo, menos a parte aérea.

Prefere uma cama? Reserve uma “barraca de safári”. Você optando em fazer o safári por conta própria tem a principal vantagem, economia. Caso não tenha disponível muito dinheiro e possui coragem e disposição abrindo mão muitas vezes do conforto de um belo hotel, com certeza sua viagem também será inesquecível.

Agora vamos mostrar a você como se planejar para um safári por conta própria citando em particular Kruger Park, safári na África, o mais conhecido mundialmente:

Kruger Park, safári na África

Criado em 1898, numa área amplamente explorada por mineradoras que buscavam ouro e outros minerais, o parque protege quase dois milhões de hectares da savana africana. A diversidade de suas formas de vida e as técnicas de gestão, aliadas a modernas políticas ambientais, fazem dele um dos mais importantes do mundo. Durante anos de pesquisa, foram catalogadas 507 diferentes tipos de aves e 147 espécies de mamíferos, além de peixes, anfíbios, répteis e uma rica flora.

5 Passos para planejar sua viagem para Kruger Park, safári na África

 Visitar o Kruger Park, e fazer um safári na África não é complicado. Na verdade é bem simples! E uma excelente ideia também. Você só precisa seguir 5 passos importantes:

1º Passo: Site do Kruger Park

Entre no site oficial do parque (http://www.sanparks.org/parks/kruger/) para conhecer melhor o local e reservar a acomodação com antecedência – no site há várias opções de camps (locais onde as pessoas se hospedam) e também de acomodações, com fotos, descrição, etc. Além disso, é possível fazer a reserva online, pagar com cartão de crédito, num processo bem simples.

Além da hospedagem, você pode pagar no site as taxas de conservação do parque e os passeios que fará com guia, entre eles o: Morning Walk, Sunset Drive, Night Drive, etc. Você também pode fazer um Self Drive, você mesmo dirigir com o seu carro pelo parque, porém eu sugiro que faça pelo menos um safári guiado, para contar com a experiência dos guias para encontrar os animais facilmente.

 2º Passo: Mapa

Entre no site e veja o mapa do Kruger. No mapa é possível ver por onde entrar, qual estrada pegar, etc. No site, inclusive, tem um passo-a-passo de como chegar ao parque vindo de Johanesburgo. Não se preocupe, é bem fácil e é uma rota que milhares de turistas percorrem todos os dias! No mapa, você também vai poder ter a ideia do roteiro que fiz, da localização dos campos em que me hospedei, etc.

3º Passo: Hospedagem

Kruger Park: Como fazer um safári na África por conta própria Kruger Park: Como fazer um safári na África por conta própria

Está gostando desse artigo? 

Então curta a nossa página abaixo para ficar atualizado com mais dicas de viagem!  
 

Defina os campos em que você vai se hospedar. Depois, escolha o tipo de acomodação em cada campo. As acomodações variam de barracas de camping a luxuosos quartos. No site do parque você pode ver as opções de cada campo e fazer as reservas, são 17 camps para você escolher.

Eu me hospedei no Skukuza, onde tem além de aéreas de camping e bangalôs com várias faixas de preços, ainda tem piscinas, postos de gasolinas, restaurante e uma lojinha onde vende de tudo.

A reserva do bangalô foi feita no site oficial no botão booking your trip assim como o pagamento da hospedagem/taxas de conservação, paguei no cartão de crédito.

Há também a opção de hospedagem fora do parque em albergues/campings e hotéis que ficam nos arredores do Kruger Park, Phalaborwa é um exemplo disso, faça uma busca no Booking.com e veja a grande quantidade de estabelecimentos disponíveis na região.

Os preços são uma das principais razões para se hospedar fora do Kruger Park, que podem acabar saindo mais em conta.  Mas lembre-se que você terá que respeitar os horários de entrada e saída do parque. Confira aqui os horários.

 4º Passo: Acomodações

Mas é importante você sempre lembrar que o parque é muito popular e com muitos turistas. A estrutura é excelente, não é nada “selvagem” ou “radical”. O parque é uma atração internacional, principalmente para turistas europeus. E o serviço é de primeiro mundo. Inclusive nos restaurantes, lojas, internet, etc. Alguns campos têm piscina, lan house, caixas automáticos, etc. É tudo bem estruturado e organizado. E, por isso mesmo, é necessário efetuar sua reserva com muita antecedência. Dependendo da época do ano, é preciso confirmar com mais de seis meses de antecipação!

5º Passo: Transporte

Depois de reservar a hospedagem, você deve reservar também o aluguel do carro – pode ser qualquer um, mesmo popular. Não há necessidade de ser um carro de rali ou de safári. As estradas no parque são muito boas – algumas asfaltadas e outras de terra – mas todas muito bem cuidadas. Eu só acho que é uma boa um carro com ar condicionado, já que pode fazer calor no meio do dia. Com isso, é só dirigir até o parque. Sugiro que compare o preço dos alugueis de carro pela Rent Cars, a diferença de valores é absurda e você pode conseguir economizar até 60% na sua reserva. Clique aqui para acessar o site, comparar e alugar seu carro.

As estradas entre Joanesburgo e o Kruger Park são boas e simples. Eu fui sem nenhum mapa especial – só o mapa do guia Lonely Planet e foi bem fácil. Depois que você entra no parque, tudo é muito organizado e fácil. Na entrada você ganha um mapa do parque e uns guias de animais e outras informações.

Pronto para o safári?

Viu como não é tão complicado quanto parece? Se você fizer o seu trabalho de casa com cuidado e antecedência, tenho certeza que terá uma das melhores e mais marcantes experiências da sua vida! Agora você já está preparado par embarcar para um lugar fantástico, em ambiente totalmente natural, e assim ficar mais perto maiores animais selvagens da África, uma experiência diferente e inesquecível. Comece a preparar suas malas e boa viagem!

Ficou com dúvida? Deixa nos cometários. Já fez um safári na África? Conta pra gente como foi!

Leia mais artigo da África:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *