O que fazer em Foz do Iguaçu em 3 dias

o que fazer em foz do iguaçu em 3 dias

Pensando em visitar Foz do Iguaçu? Já sabe o que fazer lá? Vou contar para vocês a minha experiência de 3 dias e tudo o que fazer por lá, a viagem foi realizada em março de 2016.

Cheguei na quinta cedinho em Foz do Iguaçu, fui direto pro hostel, ainda não dava para fazer check-in, então fui tomar o café da manhã lá mesmo enquanto esperava, quando voltei na recepção descobri que tinha ganhado um upgrade no quarto, eu tinha comprado quarto compartilhado com 6 meninas, e paguei pelo booking, mas como era véspera de feriado o hostel estava lotado, então ganhei uma suite privativa master plus HAHA! O que fazer se sou sortuda? Tudo isso pela fortuna de R$ 37,00 a diária! 😀

Deixei as malas e fui dar uma volta nas redondezas para conhecer melhor o local, depois fui na Anvisa fazer minha carteira internacional de vacinação, que foi o real motivo da viagem, estou indo para a Bolívia e lá é exigido, mas já que estava em Foz do Iguaçu, tinha que aproveitar, certo?

Não demorou 10 minutos, voltei para o hostel e logo sai para o meu city tour mesmo com o mundo caindo em chuva, primeira parada foi no tríplice das três fronteias, achei sem graça.

Próxima parada foi na mesquita muçulmana de Foz do Iguaçu, as mulheres são obrigadas usar o véu islâmico, ao contrario do que muitos pensam, não é uma burca, é chamado de Hijab e cobre os cabelos e o colo, mas não esconde o rosto, a burca esconde o corpo inteiro, inclusive os olhos, só tem uma telinha para elas enxergarem.

Então coloquei o hijab e entrei, lindo o lugar e cheio de cultura, mas o que me chamou mais a atenção foi a minha terceira parada, o templo budista!

Me trouxe uma paz inexplicável, tanto que quase perdi o ônibus de volta, não sabia o que fazer primeiro, não vi o tempo passar, mesmo com tanta chuva, eu adorei o lugar, comprei um Buda da riqueza dourado, que simboliza prosperidade na lojinha de lá.

As estatuas do templo são enormes e maravilhosas, adorei a réplica de concreto do famoso Buda sentado Mi La Pu-San, de 7 metros de altura. Além do Buda, há em média 120 estátuas representando cada reencarnação de Buda na terra e um templo principal com mais de dois mil metros quadrados e dois andares, onde se localiza a Casa do Mestre.

Vale muito a visita e a entrada é gratuita! Depois voltei pro hostel descansar, que o dia seguinte começava cedinho.

As 7:00 horas da manhã parti para a Argentina com o transfer que contratei para as Cataratas do lado argentino, era um transfer com guia, mas assim que cheguei já dispensei a guia, não gosto de andar com um monte de gente e gosto de ir descobrindo as coisas sozinha.

Para cruzar a fronteira é bem simples, você só entrega teu passaporte para o motorista, nem precisa descer do ônibus e ele trás de volta pra ti o passaporte carimbado. Na volta é a mesma coisa.

Assim que cheguei fui pra trilha verde e andei 600 metros até a estação central, a fila de espera para o trem que vai para a Garganta do Diabo estava enorme, e demorou horrores, essa foi a única coisa que não gostei das cataratas do lado argentino: a espera.

Mas ela foi compensada, assim que cheguei na estação da garganta do diabo, comecei a trilha que segue até lá, por passarelas no meio da água, uma delicia e então você começa escutar aquele barulho estrondoso de água caindo, até que vê a majestosa garganta do diabo, infelizmente como eu fui no feriado, estava muuuito lotado de gente, não consegui muito espaço para tirar fotos legais, mas vale a muito a pena só pelo prazer de estar la e contemplar aquela maravilha da natureza.

  • Quer viajar para o exterior e não sabe nada de inglês? Ensino alguns truques e dicas no meu e-book gratuito de inglês para viagens e mostro como viajar para o exterior sem falar inglês. Clique aqui para baixar.

Estava chovendo bastante, então resolvi voltar, na volta mais espera na fila para o trem que volta para a estação central, quando cheguei fui direto comer, pedi um subway e matei a fome.

A chuva deu um trégua e fui fazer os circuitos, trilhas dentro da mata, passando pelas cachoeiras, me apaixonei, o contato direto com a natureza é incrível.

Como tínhamos que voltar pro ônibus as 17:00 horas pra voltar para o Brasil, não deu tempo de fazer o passeio de barco, o parque é gigante e ocupou meu dia inteiro. Cheguei no hostel era noite já e estava super cansada, o que fazer? Pedi um sushi e dormir porque o dia todo caminhando rendeu.

Está gostando desse artigo? 

Então curta a nossa página abaixo para ficar atualizado com mais dicas de viagem!  
 

Para comprar o passeio das cataratas do lado argentino, clique aqui.

Na manhã seguinte depois de um café bem servido, me informei na recepção do hostel e descobri que tinha um terminal de ônibus ali perto, peguei o ônibus que ia até o parque e ele me deixou bem na frente da entrada, muito simples e economizei uma nota de táxi/transfer, minha sorte que tinha comprado o ingresso para entrar pela internet, porque a fila estava gigante para comprar lá, assim só entrei direto sem nenhuma fila.

Já peguei o ônibus que te leva até as cataratas, no ônibus tinha áudio trilíngue que explicava sobre cada parada, a trilha para as cataratas, foi rápida felizmente, pois estava chovendo bastante.

Ver os vários ângulos das cataratas é demais, por isso não tem como você escolher só um lado o brasileiro ou o argentino, o que fazer? Vá ver os dois!

O passeio do lado brasileiro durou menos, fiz em 3 horas no máximo e deu pra ver tudo, e como ainda era cedo, fui no parque das aves, que é só atravessar a rua, literalmente, e como eu adorei aquele lugar, adoro a natureza e estar tão próxima dos animais é maravilhoso, especialmente quando você sabe como eles estão sendo bem tratados, são mais de 1020 aves em mata atlântica preservada, a experiência de andar entre as trilhas onde tucanos, araras e vários outros pássaros voam livres e vem pertinho de você é incrível.

E o maior parque de aves da América Latina, com certeza vale a visita! Voltei para o hostel muito satisfeita, comi e fui descansar pois viajava cedinho de volta para casa.

Para comprar os dois passeios das cataratas, lado brasileiro e lada argentino, clique aqui.

Segue abaixo os gastos:

  • Passagens ida e volta Beltrão > Foz do Iguaçu: 139,36
  • Hostel Che Largato: 112,56
  • Lanche: 8,00
  • City tour + transfer cataratas argentinas: 149,00
  • Entrada parque argentino: 58,00
  • Subway e aguas parque argentino: 40,00
  • Sushi: 70,00
  • Lanche: 18,00
  • Parque das aves entrada: 30,00
  • Passagem transporte publico: 6,80
  • Entrada parque brasileiro: 40,30
  • Comida: 27,00
  • Lembrancinhas templo budista: 25,00
  • Táxi 18,00 + 15,00

Total: R$ 757,02

Confira o vídeo da minha viagem a Foz do Iguaçu:

E aí, gostou da viagem? Já sabe o que fazer em Foz do Iguaçu, então aproveita e reserve o seu hotel pelo booking.

Importante: Pensando em viajar? Não esqueça do Seguro Viagem!

Seguro viagem geral 728x90

Leia também:

8 Comentários

  1. Ana Carol

    Cheila, gostei muito do seu relato, espero que você tenha outras oportunidade de visitar Foz do Iguaçu para poder aproveitar outras dicas do que fazer. Depois que voltei encontrei muitas opções legais como a feirinha que acontece no domingo, o salto de paraquedas, e a visita no Marco das Três Fronteiras é mais divertido a noite, pois agora eles contam com apresentações e a “dança da água” do lado brasileiro também :]
    Aqui nesse blog: http://www.localplanet.com.br/o-que-fazer-foz-do-iguacu-guia-alternativo/ tem dicas bem interessantes.

    • Obrigada Ana, com certeza voltarei a Foz! Ótimas dicas, vou dar uma passada no teu blog sim, beeijo :*

  2. BHW

    I think this is among the most significant information for me.
    And i’m glad reading your article. But wanna remark
    on few general things, The site style is ideal, the articles is really
    excellent : D. Good job, cheers

  3. BHW

    Please let me know if you’re looking for a article writer for your blog.
    You have some really good articles and I feel I would be a good asset.
    If you ever want to take some of the load off, I’d absolutely love to write some articles for your blog in exchange for a
    link back to mine. Please send me an e-mail if interested.
    Kudos!

  4. Anderson Lessi Dourado

    Boa tarde Cheila, tudo bem ?
    precisa de passaporte para entrar na Argentina ?
    e onde vc contratou o “City tour + transfer cataratas argentinas”
    grato

    • Olá Anderson, comprei pela internet na Loumar Turismo. Não precisa passaporte, entra com a identidade mesmo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *